SSSSSSSSSSSSSSSSSSSS !

SSSSSSSSSSSSSS ! A face há de ser limpa embora nunca uma de sempre. Não estive na Veneza, nem no Rio de Janeiro. Neste a minha nudez seria única em despudor.  Naquela, saberiam que era eu. Abdiquei a toda vantagem, desde que nasci rosnando. Tal a cascavel dispensa toda solene inofensividade. Com o toque do guizo … Continue lendo SSSSSSSSSSSSSSSSSSSS !

Anúncios

VENTOS

VENTOS Há um homem na cabina da patrola. Desgasta a terra, concentra-se neste ofício tão desnatural. Como se os dedos dele agissem nas pedras,  no lugar da lâmina, como se o homem pensasse a força do motor. Máquina e homem... somem. Não de sumir, que isto não é possível. Somam-se, acrescentam-se, em resultado da operação … Continue lendo VENTOS

FRACTAL

FRACTAL Quer ver o invisível? Encha o tanque com água. Se quiser pintar o invisível, dilua corante da cor de sua preferência. Olhe o tanque cheio. A água transparente ou colorida. Prepare-se para alguma insuspeita maravilha da vida. Se você fosse cego, emprestar-lhe-ia meus olhos para a beleza que nenhum de nós explica. Vamos... vamos … Continue lendo FRACTAL

GATOS

GATOS Os gatos, espraiados no piso fresco. Lavei a garagem, e ela, para eles, deve ser alguma praia sem água... plácida e fria massagem. Como se fossem, os gatos, a areia tangida por sonhadas pombinhas gordas e lentas. Não fosse esta completa preguiça, esta evitação das fadigas, os gatos morreriam daqui a dois minutos. Não … Continue lendo GATOS

PASSEI

PASSEI De uns anos para cá, quanta coisa esqueci, quanta deixei passar. Foi assim que um dia passou alguém por mim e não me viu. Não se lembrou, não me sorriu. E agorinha mesmo descobri. De tanto esquecer, tanto deixar passar, hoje, diante dos que sumiam, eu sumi. PIRES DE LIMA