MATUTANDO

O pensador de Rodin, há tanto sentado e pelado, já criou calosidade na bunda. E pelo vão da galeria, sem nenhuma arte, o comum - aqui inusitado - faz a sua parte, quando a faxineira varre a ousadia criativa dos visitantes. Le Penseur... - repete mais um grande diletante, que não tem mais o que … Continue lendo MATUTANDO

Anúncios

DEPOIS DO FOGO

Sentado aqui, decomponho o campo tão lindo. Subtraio a ordem que sempre foi só minha. Como se, a um toque de prestidigitação,  eu fizesse sumir um pino que por si mesmo sumia. O campo florido é agora um engodo da natureza, arranjo ao qual tínhamos, nós!, acrescentado a beleza. Sofremos a acídia dos ignorantes ante … Continue lendo DEPOIS DO FOGO

ENCONTRO POÉTICO: JAIRANTONIO PENA, PIRES DE LIMA E MARIA MACHADO

Isso foi tirado dos comentários numa postagem de rede social. Aconteceu espontaneamente e acabou ficando bem legal. Primeiro, o amigo Jairantonio Pena: VOTEM EM MIM Lá na Vila, certo dia, Um homem apareceu. Seu sapato reluzia, Qual vagalume Em noite de breu. Dizia ser candidato A qualquer posto político, Se fosse eleito, De fato, Tiraria … Continue lendo ENCONTRO POÉTICO: JAIRANTONIO PENA, PIRES DE LIMA E MARIA MACHADO